• HOME > Vejam quem são os acusados na operação Dilúvio

Vejam quem são os acusados na operação Dilúvio

2 de outubro de 2013

A operação Dilúvio desencadeada pela Polícia Civil do Espírito Santo, nesta terça-feira, 01 de outubro, em Teixeira de Freitas, veio exercer diversos mandados de busca e apreensão em oficinas do município. A operação abrangeu também o Estado do Rio de Janeiro e outras cidades do Extremo Sul, a exemplo, Itamaraju e Prado. Além dos mandados de busca e apreensão, a Polícia Civil Capixaba cumpriu vários mandados de prisão em desfavor dos envolvidos no comércio ilegal.

xsantos11.jpg.pagespeed.ic.A7yKS79Vto

O delegado que comandou a operação dilúvio disse que a operação começou na Auto Elétrica Amaral, nesse estabelecimento foi encontrado um caminhão com adulteração proveniente de roubo em solo capixaba. Segundo informações da operação, pelo menos 20 pessoas já foram detidas, entre prisões em flagrante e cumprimento de mandados. Diversas peças e veículos roubados foram recuperados. Muitos comerciantes conseguiram fugir da prisão e deverão se apresentar na presença de um advogado para responder pelos crimes.

xsantos1.jpg.pagespeed.ic.KRfmRpUIgX

Diversas lojas de peças e oficinas que funcionavam como verdadeiros desmanches de carros foram abandonadas pelos seus proprietários que conseguiram evadir do flagrante. Além das cidades já citadas, os policiais capixabas fizeram uma varredura nos municípios de Medeiros Neto e Lajedão. Também em cumprimento de mandados, os policiais recuperaram um caminhão VW 24.250 CNC 6X2, placa policial MSC 7386, arrendado em nome de Valmir Alves ME, com adulteração de Chassi, o qual foi produto de roubo na noite anterior, no município de Pinheiros/ES.

O referido caminhão foi encontrado no pátio da oficina de Santo Koelher, 54 anos, morador do Bairro Monte Castelo. Dentro do caminhão foram encontrados pinos e réguas para adulteração de veículos; restos de lixas gastas e R$ 1.700,00 (mil e setecentos reais). O Santo Koelher foi preso por força de um mandado de prisão temporário (05 dias), o qual já vinha sendo investigado. Com o flagrante, a Justiça Capixaba deverá conceder a prisão preventiva do próprio. Além do Koelher, foram conduzidos até a delegacia, Jessé Lacerda Assunção e Carlos Wendel Gonçalves de Almeida.

xsantos2.jpg.pagespeed.ic.NtA_Anjh00

Mesmo não estando no foco desta ação, os policiais capixabas ainda conseguiram prender um fugitivo da Justiça do Espírito Santo, José Carlos da Silva, 40 anos, conhecido pelo vulgo de “Zé Paraíba”. O fugitivo é procurado pela polícia e tem diversos mandados de prisão, acusado de ser o líder de uma quadrilha especializada em roubo de veículos no Espírito Santo. Por fim, o delegado Danilo Baiense avaliou como satisfatória a operação.

*Informações do Edvaldo Alves do Liberdade News e PORTALN3

 


Deixe seu comentário




Matérias Relacionados:


COLUNISTAS